5 exercícios para diminuir a ansiedade

7 de outubro de 2019
/
Tags: , , ,
5 exercícios para diminuir a ansiedade

Quase todo mundo já sofreu de ansiedade em algum momento da vida.

Muitas pessoas pensam que corpo e mente são duas coisas separadas, mas os estudos mostram que uma rotina de exercícios pode reduzir significativamente os sintomas de ansiedade e melhorar a qualidade de vida.

Isso acontece por conta das alterações químicas no cérebro, que podem trazer uma sensação de maior autoestima, autocontrole e capacidade de enfrentar desafios.

Pensando nisso, fizemos uma lista com alguns exercícios para diminuir a ansiedade que podem te ajudar a encontrar o equilíbrio entre corpo e mente.

Como a atividade física ajuda a diminuir a ansiedade?

Quando nos exercitamos, estamos colocando nosso corpo em um estado de grandes mudanças químicas. Entre elas estão:

  • Aumento da endorfina, hormônio que causa a sensação de satisfação e bem-estar;

  • Aumento do fator neurotrófico, proteína que repara as células cerebrais que causam estresse e depressão;

  • Aumento da produção de endocanabinóides, responsáveis por regular funções básicas como humor, apetite, dor, sono.

Como você já deve ter percebido, exercitar-se regularmente eleva a autoestima, melhora a qualidade do seu sono e regula partes muito importantes do nosso corpo.

Mas que tipo de  exercícios para diminuir a ansiedade funcionam melhor? Afinal, nem todas as atividades são iguais. Continue lendo para conhecer as características de cada modalidade.

5 exercícios para diminuir a ansiedade: descubra qual é o melhor para você

Às vezes, a vida pode ser bastante estressante e o resultado logo aparece no corpo: músculos tensos, articulações doloridas, cabeça com mil pensamentos…

Saber quais são os melhores exercícios para diminuir a ansiedade é fundamental para melhorar sua qualidade de vida e elevar o astral.

  1. Alongamento

Se você está buscando exercícios para diminuir a ansiedade, considere incluir o alongamento na sua rotina diária. Além de aliviar a tensão e reduzir o estresse, o alongamento te deixa mais flexível e reduz as chances de lesão. Sem falar que aumenta a circulação sanguínea e ajuda na recuperação muscular pós-treino.

  1. Fitdance

Que tal espantar a ansiedade e, de quebra, aprender as principais coreografias do momento? A aula de Fitdance é um jeito maravilhoso de queimar calorias, conhecer novas pessoas e se divertir.

  1. Body Combat

Quando nos sentimos ansiosos, um dos maiores desafios é restabelecer o controle do corpo e da mente. Atividades físicas como o Body Combat, que combinam diversas técnicas de artes marciais, estimulam a autoconfiança e a coordenação motora.

Esses tipos de exercícios para diminuir a ansiedade aprimoram sua capacidade física para lidar com ameaças potenciais, reais ou imaginárias. Ao focar no presente, equilibrando corpo e mente, você se sente confiante para nocautear a ansiedade.

  1. Zumba

Misturando movimentos de dança latinas com samba, salsa, reggaeton, mambo e reggae, a aula de zumba é a harmonia perfeita entre diversão e exercícios cardiovasculares. Além de trabalhar todos os músculos do seu corpo, a dança ajuda a liberar a tensão do corpo e espantar pensamentos ruins. Sinta a música e dance como se ninguém estivesse olhando.

  1. Body Balance

Com os princípios da Yoga, Tai Chi e Pilates combinados, o Body Balance é um dos melhores exercícios para diminuir a ansiedade. Na aula, você aprende a sincronizar a respiração com os movimentos suaves, estimulando uma boa postura e acalmando a mente.

Afinal, nem todo exercício é sobre intensidade e queima de calorias. O Body Balance, por exemplo, é ideal para quem precisa desestressar e se sentir no controle do próprio corpo novamente.

Terminou o treino? Relaxe no Smart SPA!

Nada melhor do que relaxar após o treino com cadeiras de massagem, não é mesmo? No Smart SPA, você pode descansar em uma área exclusiva e potencializar os resultados dos exercícios para diminuir a ansiedade.

Não importa qual atividade você decida fazer: seja uma aula em grupo, um treino intenso ou um alongamento suave — o importante é que você faça algo.

Tente equilibrar novas atividades com aquelas que você já conhece. Assim, conectar-se com o seu corpo será mais fácil e você irá colher os frutos do seu trabalho com muito carinho.

Curtiu? Compartilhe com seus amigos! <3