Como aumentar o peso na academia

como aumentar o peso na academia

Uma semana, um mês ou um semestre, naturalmente, com o tempo, o seu condicionamento físico melhora e a sua força também. O peso que te fazia suar e respirar fundo agora não incomoda tanto. Será esse o momento de mudar a carga? Como aumentar o peso na academia com segurança, de acordo com os seus objetivos?

Aumento de carga e evolução muscular são fatores que estão, geralmente, ligados. Por isso, uma das principais consequências da progressão de carga é o aumento da força muscular. Mas os resultados vão além. Melhora da postura corporal, diminuição de gordura, autoestima, aumento da densidade óssea, redução do risco da diabetes e tonificação dos músculos são alguns dos benefícios do aumento de força, segundo Willian Carmo, pós-graduado em biomecânica e influenciador técnico Bio Ritmo. E, tudo isso, em conjunto com a melhora do bem-estar geral.

Aumento e redução de carga

Embora o aumento de peso seja importante na sua evolução, o contrário também pode ser indicado: a redução de carga.

“Quando observamos que o aluno está com alguma dificuldade em executar com perfeição determinado movimento, nós, como professores, sabemos que o risco de gerar uma lesão existe. Nesse momento, vamos orientá-lo a reduzir a carga até que o movimento seja executado de forma adequada. Só então devemos estimular o aumento da carga de forma progressiva e segura”, explica Marcos Ferreira especialista em treino de força pela Universidade de São Paulo e influenciador técnico Bio Ritmo.

Dependendo do objetivo de cada treino, a orientação sobre carga também pode variar. “Metodologias em treinos de musculação podem, por exemplo, ter como proposta executar exercícios com pesos mais leves ou diminuição progressiva da carga para, assim, variar os estímulos”, exemplifica Willian.

Quando devo aumentar a carga na academia?

Ainda falando em objetivo e particularidades de cada aluno, não há uma periodicidade específica para mudança de carga. Ela pode acontecer em um intervalo de meses ou dia após dia, tudo depende.

“Devemos levar em consideração que o indivíduo pode mudar os pesos a cada sessão”, pontua Willian. “Além disso, as propostas de aumento de intensidade variam muito de acordo com a idade, observações médicas, patologias e limitações de cada pessoa.”

E quem pode te ajudar com isso? Um profissional de educação física credenciado.

Como aumentar o peso na academia

Agora que já entendemos a mudança de carga na evolução de cada pessoa, de acordo com sua idade, organismo e objetivo, como aumentar o peso na academia, afinal?

Primeiro, fale com o seu professor ou personal. “Além de existir uma conversa, é muito importante um acompanhamento na execução do exercício durante o aumento de carga”, explica Marcos.

Depois, é preciso observar a relação entre carga e repetições. “Normalmente prescrevemos treinos com volumes (repetições e séries) pré-estabelecidos, como, por exemplo, 3 séries de 8 a 12 repetições. Quando o aluno consegue executar o movimento com uma determinada carga e atinge o número máximo de repetições (12), nas 3 séries, com certa facilidade, orientamos que aumente a carga.”

Por fim, é preciso dar atenção ao movimento. Amplitude, velocidade, mecânica dos membros e sobrecarga excessiva em outros grupos musculares que não são o alvo do movimento são alguns dos pontos de atenção. Por isso, a presença do professor é essencial.

E aí, será que é hora de dar uma evoluída no treino?!