Aeróbico antes ou depois da musculação, o que é melhor?

5 de fevereiro de 2020
/
aeróbico antes ou depois da musculação

Aeróbico antes ou depois da musculação, o que é melhor? Apesar de bastante comum, essa questão não tem uma resposta simples: “depende do seu objetivo”, pontua Flávia Pinho, médica do esporte e nutróloga, do Rio de Janeiro.

De forma geral, os exercícios aeróbicos são excelentes para manter o corpo saudável, uma vez que melhoram a resistência física, ajudam a circulação sanguínea, mantêm o estresse sob controle e, de quebra, queimam mais calorias – e por consequência, a gordura. Não é muito fã de exercícios? De acordo com um estudo realizado pela Leiden University, da Holanda, publicado no periódico Frontiers of Psychology, o treino aeróbico é o ideal para você: ele libera mais serotonina, provocando aquela sensação de bem-estar por mais tempo em comparação com a musculação.

Aeróbico antes ou depois da musculação?

Pode parecer bobagem, mas a ordem que você elege para fazer a esteira, a bike ou o elíptico e o treino de força pode facilitar ou atrapalhar os resultados. Então, o que você deve ter em mente são objetivos. Quer emagrecer, perder gordura ou ganhar massa muscular? Esse é o primeiro passo.

Com isso explicado, aposte em um treino que atenda a intensidade e energia que a meta estabelecida demanda.

Para entender melhor essa fórmula, confira a seguir mais informações sobre as duas combinações de treino.

Quer emagrecer? Faça o aeróbico antes da musculação.

Por que? “Se o seu objetivo é perder gordura, comece pelos exercícios cardiorrespiratórios. De cara, você estará descansado, garantindo mais energia e fôlego para realizá-los por mais tempo”, explica Flávia Pinho. Mas se depois da atividade aeróbica for levantar peso, entenda que terá menos força e a musculação deverá ser mais leve (cargas mais leves ou menos repetições) a fim de evitar lesões.

O professor de educação física Thiago Moreira, gerente do departamento técnico da Smart Fit Brasil e especialista em fisiologia do exercício, afirma que a intensidade do estímulo aeróbico é um fator importante, principalmente se quer ver resultados mais expressivos em um curto período de tempo ou tem menos tempo para treinar.

Como começar a correr

“Quem busca o emagrecimento e, ao mesmo tempo, quer manter a massa magra, deve apostar nos treinamentos intervalados de alta intensidade (o HIIT). Sessões curtas, com duração de 20 minutos, de duas a três vezes por semana, bastam”, diz Thiago.

Para ganhar mais massa magra, faça o aeróbico depois da musculação.

Por que? “A musculação vai ativar grupos musculares específicos de acordo com o seu treino, aumentando sua resistência e melhorando a performance”, aponta o professor da Smarfit. Mas lembre-se: equilíbrio é a palavra-chave para um desenvolvimento sustentável. “Divida seu tempo de treino entre o fortalecimento de grupos específicos e a resistência do core. Ao final do treino de musculação, dedique-se aos movimentos aeróbicos”, reforça a médica do esporte. “Se puder, faça os dois treinos em momentos diferentes. Assim o corpo sofrerá menos estresse e você conseguirá uma melhor performance no conjunto”, sugere.

E mais: para melhores resultados seja no emagrecimento, seja na hipertrofia, fique sempre atento à alimentação pré-treino. Flávia Pinho dá a dica: “se vai fazer um treino para perder peso, aposte em carboidratos de absorção lenta, como cereais integrais, frutas e aveia. O foco é a hipertrofia muscular? Adicione uma dose de 20g de proteína no pré-treino, que pode ser encontrada no atum ou em uma porção de dois ovos, por exemplo”, finaliza a especialista em saúde do esporte.

Clique aqui e comece a treinar hoje mesmo!